sexta-feira, 27 de maio de 2011

orégãos

orégãos 14 dias

o seu nome deriva de dois vocábulos gregos, oros (montanha) e ganos (alegria) e significa esplendor da montanha, pela beleza que confere aos lugares onde cresce.

o orégão era considerado, na roma antiga, um símbolo de paz e felicidade. no antigo egipto o pó de orégão utilizava-se como desinfectante e conservante.

descrição: as folhas são pequenas, ovais de cor verde claro. as flores são brancas ou violáceas.
sementeira: janeiro a fevereiro em viveiro ou em local definitivo de abril a junho.
transplantação: abril a maio ou setembro a outubro.
luz: sol
solos: secos alcalinos, bem drenados.
temperatura: resistente à geada.
rega: quando o solo estiver muito seco.
multiplicação: sementes, estacas ou divisão dos pés-mãe.
colheita: no ínicio da floração.
conservação: colocar a secar em local escuro e guardar em frascos herméticos quando secos.
propriedades medicinais: antitússicas, antibacterianas e antifúngicas.
indicações: tosse, perda de apetite, dispepsia, flatulência, cólicas e afecções broncopulmonares, fungos, bactérias.
uso culinário: aromatizante de alimentos cozinhados ou crus, molhos, queijos, saladas de tomate, para elaboração de salsichas e outras carnes de conserva, em assados de beringelas e aboborinhas, em pizzas e massas.

Sem comentários: